Digite sua senha

Dia Mundial do Coração: dezenas de alimentos que fazem bem para o coração.

Dia Mundial do Coração: dezenas de alimentos que fazem bem para o coração.

Dicas para o coração, no Dia Mundial do Coração

Pensando no seu bem-estar e na saúde, listamos 24 alimentos que fazem bem para o seu coração e, nada como o Dia Mundial do Coração para falarmos do tema, não é mesmo? Veja à seguir:

Abacate

Contém ômega 9 e várias vitaminas do complexo B, compostos que ajudam a diminuir o risco de formação de coágulos e, consequentemente, de entupimento das artérias que podem provocar infarto do miocárdio. Repleto de gordura monoinsaturada, o abacate pode ajudar a reduzir os níveis do colesterol ruim e elevar a quantidade do colesterol bom em seu corpo. Além disso, os abacates permitem a absorção de outros carotenoides, especialmente betacaroteno e licopeno, que são essenciais para a saúde do coração.

Abóbora

É excelente para o coração por possuir betacaroteno e luteína (carotenoides), vitaminas do complexo B e C, folato, cálcio, magnésio, potássio e fibra.

Aspargos

Possui carotenoides, vitaminas do complexo B, folato e fibra.

Aveia

A aveia é alimento rico em ácidos graxos, ácido fólico e potássio. Por ser rico em fibras, vitaminas e minerais, é um tipo de cereal que colabora com a redução do “mau” colesterol (LDL) e o aumento das taxas do “bom” colesterol (HDL), além de e ajudar a manter as artérias limpas e desobstruídas.

Azeite

Rico em gorduras monoinsaturadas, importantes para diminuir o colesterol ruim e o total e risco de desenvolver doenças cardíacas.

Banana

Uma banana tem cerca de 12% da dose diária recomendada de potássio (422 mg). O potássio das bananas ajuda a manter a função normal do coração e o equilíbrio do sódio e da água no corpo, uma vez que ajuda os rins a excretar o excesso de sódio, contribuindo assim para a pressão sanguínea saudável.

Berries (frutas vermelhas e roxas)

Frutas vermelhas e arroxeadas são anti-inflamatórias e repletas de antioxidantes. Contêm boas concentrações de polifenóis, substâncias que favorecem o aumento do bom colesterol (HDL) e auxiliam na redução da pressão arterial, reduzindo o risco de doenças cardíacas e câncer. Além disso, essas frutinhas são ricas em vitaminas A, C, E e carotenoides.

Brócolis

Rico em betacaroteno, vitaminas C e E, potássio, folato, cálcio e fibras.

Castanhas

Nozes, amêndoas e castanha-do-pará também são ricas em ômega 3, que age como um anti-inflamatório e ajuda a controlar os níveis de triglicerídeos. Além disso, contém cálcio, magnésio, fósforo, selênio e vitaminas B e E, que colaboram para evitar a formação de radicais livres. Além disso, são repletas de gordura mono e poli-insaturada.

Cenoura

Além de carotenoides, a cenoura é rica em antioxidantes e vitaminas dos complexos A, C e E, substâncias que evitam o estresse oxidativo. O legume ainda conta com pectina, uma fibra solúvel que controla os níveis de colesterol e diminui a pressão arterial, falcarinol e falcarinol, substâncias anti-agregantes e anti-inflamatórias, em sua composição.

Chá Verde

Rico em catequinas e flavonoides, o chá pode ser bastante benéfico para a saúde do coração. Através de estudos, cientistas descobriram que aqueles que bebem chá verde todos os dias possuem menos probabilidade de ter um ataque cardíaco em relação àqueles que não bebem o chá.

Chocolate Amargo

O cacau é rico em resveratrol e flavonóides. Um chocolate com 70% ou mais de teor de cacau reduzem a pressão arterial, mas deve ser consumido com parcimônia.

Escarola

Rica em fibras solúveis. As fibras solúveis são as que fazem bem ao coração porque diminuem a absorção de glicose e colesterol no intestino, reduzindo a glicemia e as gorduras no sangue.

Espinafre

O espinafre possui luteína, folato, potássio e fibras em sua composição, o que pode ajudar o seu coração a se manter mais saudável.

Laranja

Rico em beta-criptoxantina, beta e alfa caroteno, luteína (carotenoides), vitamina C, potássio, folato e fibra. Ainda são encontrados na fruta 2 tipos de flavonoides cítricos, a hesperidina e a naringenina. A hesperidina também é um poderoso antioxidante, que melhora a função dos vasos sanguíneos e das células presentes neles, evitando danos como a obstrução das artérias e, consequentemente, reduzindo o risco de doenças cardiovasculares, como ataques cardíacos e infartos.

Ao consumir a fruta, há uma diminuição nas taxas de colesterol ruim (LDL) e de triglicérides (moléculas de gordura) no sangue. Além disso, os níveis de colesterol bom (HDL) aumentam, protegendo contra doenças ateroscleróticas ligadas ao entupimento de artérias cardíacas

Leguminosas

Lentilhas, grão de bico e feijão são excelentes fontes de ácidos graxos, cálcio e fibras solúveis, ideias para manter o seu coração saudável. Dentre as leguminosas, o feijão preto e a soja trazem benefícios extras:

  • FEIJÃO PRETO: ricos em niacina, folato, magnésio, ácidos graxos, cálcio e fibra solúvel, sendo assim outros alimentos bons para o coração;
  • SOJA: com baixos níveis de gordura saturada, a soja pode reduzir o colesterol.

Linhaça

Repleta de fibras, vitamina E, ômegas 3 e 6, a linhaça é um agente que contribui para o aumento dos níveis do colesterol bom e, consequentemente, reduz o nível de colesterol ruim, assim como a aveia.

Maçãs

As maçãs reduzem os riscos de doença cardíaca coronária e doença cardiovascular. São alimentos bons para o coração por serem ricas flavonoides e antioxidantes, que reduzem o colesterol ruim e impedem a formação de placas nas artérias, vitamina C e pectina, uma fibra solúvel que diminui a absorção de glicose e colesterol no intestino, reduzindo a glicemia e as gorduras no sangue.

Mamão

Rico em betacaroteno, beta-criptoxantina, luteína (carotenoides), vitaminas C e E, folato, cálcio, magnésio e potássio.

Melão

O melão pode ser bastante indicado para quem sofre ou têm tendência a desenvolver problemas cardíacos, uma vez que a fruta possui alfa e betacaroteno, luteína (carotenoides), vitaminas do complexo B e C, folato, potássio e fibras.

Peixes de água fria

Com pouca gordura saturada e rico em antioxidantes, peixes ainda têm gorduras boas que fazem bem à saúde cardíaca, como o ômega 3, nutriente essencial para o controle dos níveis de colesterol ruim e para evitar inflamações nos vasos sanguíneos. Ou seja, podem manter a coagulação do sangue sob controle, reduzir a pressão arterial e o risco de sofrer ataque cardíaco.

Incluir 100 gramas de salmão, atum, sardinha ou truta nas refeições, duas vezes por semana, faz bem para a pressão sanguínea e ajuda na prevenção da arteriosclerose.

Tomate

Rico em licopeno, antioxidante que ajuda a limpar as artérias e bloquear os radicais livres, e fibras, que reduzem o colesterol e ainda ajudam a prevenir o câncer ao melhorem o funcionamento do intestino. Além disso, o tomate é repleto de betacaroteno e alfa caroteno, luteína (carotenoides), vitamina C, potássio e folato, nutrientes essenciais para o bom funcionamento do coração.

Uva

A uva é repleta de flavonoides, substâncias antioxidantes que ajudam na redução do colesterol total e ruim. Rica em um tipo de oxidante que inibe a junção das plaquetas às placas de gordura e, consequentemente, a formação de coágulos que desencadeiam doenças como a arteriosclerose e a trombose, a uva pode ser consumida em sua forma natural ou em sucos e vinhos ou desidratada (passas).

Vegetais verde-escuros

São boas fontes de magnésio, cálcio e potássio, minerais que atuam juntos para regular a pressão arterial, mantendo no ritmo a contração do músculo cardíaco. Exemplos: rúcula, espinafre, couve, escarola, brócolis e agrião.